sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Porque procurar um psicólogo?



No outro dia alguém me perguntava porque procurar um psicólogo?

Compreendi a pergunta em especial porque a pessoa em questão referia-se ao psicólogo como alguém que não dá medicamentos apenas conversa.... na realidade
a resposta a esta pergunta é simples, por vezes, lidamos melhor com uma situação dificil se temos alguém ao nosso lado, com as ferramentas certas para nos ajudar a encontrar o caminho e o equilibrio de que necessitamos - Tudo se torna mais fácil quando temos apoio de um profissional.
O psicólogo clinico é um profissional preparado para compreender, lidar e apoiar em situações difíceis (como eu custumo dizer -" o bom psicólogo tem os ouvidos perfeitamente treinados para ouvir ...e dispõe das ferramentas certas para ajudar a ultrapassar as situações dificeis... para resolver a situação no seu interior, compreender a situação, as causas, o motivos que levam o chegar aquele ponto, os meios e os veicúlos necessários implementar a mudança e restabelecer o equilibrio.
É no entanto de salientar, que, por vezes os medicamentos também são necessárias - quando existem causas físicas associadas, mas em outras ocasiões apenas o tratamento psicológico é suficiente, cada situação deve ser avaliada individualmente.
Na realidade os medicamentos por si só não resolvem o cerne das questões que levam ás patologias, sendo necessário apoio psicológico e psicoterapêutico (como por exemplo no caso da depressão, em é necessário um pouco mais de ajuda psicológica para se encontrarem as causas e os veiculos necessários para a mudança interna do paciente) de modo a obter uma recuperação mais rápida e duradoura.
Recordo-me sempre de uma paciente que toda a vida havia sido medicada, para a ansiedade para a depressão para dormir etc... no seu dia-a-dia não passava sem os farmacos estava de tal modo dependente que já nem conseguia tomar uma decisão por mais simples que fosse... aos poucos e em parceria com o seu psiquiatra iniciamos uma psicoterapia que foi evoluindo e promovendo mudança, esta melhoria levou ao desmame da medicação, e a uma vida nova que a paciente achava que nunca mais seria possível. Quando chegamos ao fim da terapia a paciente perguntava-se porque não havia feito isto mais cedo "tudo teria sido tão mais fácil."

Sem comentários: